E você chegou assim do nada, numa tarde fria de inverno, há um ano atrás. Eu te olhei e já te amei. Foi algo louco, nunca senti isso. Eu te olhei e vi que é você. Que é você quem eu quero. Você que eu vou poder segurar a mão e andar por aí assim. É você que eu vou apresentar pros meus amigos como minha namorada/mulher. Você que eu vou esperar lá no altar, com um enorme sorriso no rosto, contando seus passos até chegar a mim. É você e sempre vai ser. Tem que ser você! Ninguém jamais irá roubar seu lugar. Você conquistou um espaço dentro de mim que ninguém vai conseguir conquistar. Eu amo você como jamais amei alguém. Você é o meu porto seguro. É pra você que eu conto o que acontece comigo. Espero a noite ansiosamente pra você me ligar e eu ouvir aquela sua linda voz, que me acalma de um jeito estranho. Você faz parte de mim, amor.
A gente tem algo muito forte, uma conexão. Passamos tantas coisas que talvez nenhum casal conseguiria. Tantas coisas tentaram nos atrapalhar, mas não deu nada certo. E mais pra frebte vamos passar por mais coisas, talvez piores. Muita gente vai tentar te tirar de mim. Alguns não vão nos aceitar de jeito algum. Outros vão se alegrar por nós e nos apoiar. E outros trazer fofoca e essas coisas absurdas. Todos que tentarem fazer mal a nós, não deixarei. Passo por cima de tudo. Até por cima de macumba! Ninguém vai conseguir te tirar de mim, a não ser a morte. Temos muito pela frente. Nosso casamento. Nossos dois filhos. Nossos programas a dois, típico de casais clichês. Quero todas as coisas clichês contigo. Quero cada momento da minha vida ao seu lado. Até a eternidade…